sábado, 31 de outubro de 2009

O DIA DAS BRUXAS

HALLOWEEN


-->
O dia das bruxas é festejado na noite de 31 de Outubro. Teve origem nos antigos povos da Grã-Bretanha e Irlanda, que acreditavam que, a véspera do Dia de Todos os Santos, os espíritos voltavam para suas casas.
Interessante ver como o culto inicial foi ganhando uma conotação diferente com o tempo
Aos poucos, a comemoração foi-se tornando pública e muitos rituais começaram a ser praticados, mas sempre em tom de brincadeira, como adivinhas e jogos para saber quem iria casar ou ganhar muito dinheiro naquele ano.
Com isso o costume de festejar a data foi ganhando adeptos, principalmente entre crianças e adolescentes.
O Halloween foi levado para os Estados Unidos em 1840, por imigrantes irlandeses que fugiam da fome pela qual seu país passava e passa ser conhecido como o Dia das Bruxas.
O Halloween é, hoje em dia, uma das festas mais populares do país. Fantasiados conforme manda o figurino fantasmagórico, meninos e meninas percorrem as casas vizinhas repetindo a frase: "Trick or Treat?" (travessuras ou gostosuras), e recebem doces em troca do sossego dos donos da casa.
Achei bem interessante e surpreendente o surgimento desta tradição.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

LENDAS URBANAS "O CÃO FIEL"

Como disse num recadinho que deixei no blog da Veroca, ultimamente tenho encontrado muita dificuldade em ordenar minhas idéias e organizar um texto de maneira adequada, por isso resolvi fazer uma postagem sobre lendas urbanas. Vou colocar aqui uma destas lendas que se ouve por aí entre amigos, conhecidos, familiares, por meio da Internet ou do boca a boca, as lendas urbanas se difundem facilmente.
“O Cão Fiel "
Em uma pequena cidade do estado de Santa Catarina tinha um vendedor que fazia suas vendas de bicicleta. Ele era um homem solitário, não tinha família, tudo que ele tinha era a bicicleta e tinha um cachorro vira lata como amigo. Em todos os lugares que esse homem ia levava o seu cachorro na garupa da bicicleta. Quando parava pedia para que o cachorro cuida-se da bicicleta para ele. Diversas vezes os conhecidos perguntavam se ele não tinha medo que roubassem a sua bicicleta, pois ele a deixava na rua e o homem respondia que o cachorro cuidava dela. Os mais descrentes só para verificar se o cachorro era fiel tentavam por brincadeira levar a bicicleta, mas o cachorro fiel sempre atacava quem se aproximava. Certo dia ao atravessar a rodovia na bicicleta o homem foi atropelado e morreu. O cachorro sobreviveu porem como ficou machucado foi levado por uma boa pessoa até o veterinário que cuidou dos seus ferimentos. Seu dono foi enterrado no cemitério. Quando o cachorro se recuperou foi adotado por uma família, porem após ele ficar bem recuperado ele sumiu. Procuraram por toda a cidade e encontraram-no no tumulo do seu dono uivando e chorando. O cachorro ficou no tumulo durante dois dias e duas noites, as pessoas ofereciam comida e água, mas o cachorro não aceitava, sua vida era chorar a perda do seu dono. O povo comovido foi perguntar ao padre da cidade o que seria melhor fazer, o padre pensou e ordenou que o cachorro fosse sacrificado e enterrado ao lado de seu dono. Foi seguida a ordem do padre, o cachorro sacrificado e enterrado ao lado do seu dono. O mais estranho é que o cachorro não seguiu o velório e não tinha como saber onde estava o dono, e misteriosamente ele apareceu no cemitério em cima da sepultura do seu dono. Dizem que em algumas noites aparecem na rodovia a figura de um homem segurando seu cachorro no colo, e o cachorro esta sempre contente com o rabo abanando.

"A lenda urbana mais famosa aqui no Brasil é a da Noiva do banheiro,
que “existe” em quase todas as escolas, e que vive a assombrar todos os alunos,
sem dizer na famosa lenda urbana das várias pessoas que vivem no cemitério e
pegam táxi, depois o taxista descobre que elas estão mortas.
Outras famosas:
Os sanduíches do Mc Donald seriam feitos de carne de minhoca.
Paul McCartney morreu em 1966 e foi substituído por um sósia.
A masturbação faz crescer pêlos e cria calos nas mãos.
Velho do Saco que pega criancinha.
Mulher de branco nas estradas.
A Loira do Banheiro nas escolas.
A foto da menina no corredor.
Mistério da coca cola (ela é capaz de desmanchar um prego em quatro dias)"

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

QUE RAIVA!!!


-->
-->
-->
Sábado passado sofri o maior susto, uma amiga estava passando o fim de semana na minha casa e resolvemos ir fazer uma visitinha a filha dela que mora perto da minha casa. Quando cheguei, estacionei o carro em frente à portaria do prédio, pensando que ficaríamos mais protegidas, ingênuo engano, quando nos dirigíamos para a entrada surge um tipo armado na nossa direção.
Quando eu percebi que era um assalto quis voltar para dentro do carro, mas já tinha outro que apareceu por trás e me segurou, fiquei fora de mim segurei minha bolsa e não soltava de jeito nenhum.
O sujeito falava alguma coisa, mas eu não ouvia nada, eu só me preocupava com a bolsa e nas coisas que tinha dentro, pois sabia que ia ter muitos aborrecimentos se ele a levasse.
Só percebi o perigo quando ouvi os gritos da minha amiga pedindo desesperada que eu soltasse a bolsa.
Acho que esse foi o dia que eu mais tive raiva na vida, estou bem fisicamente, mas esta sensação de impotência e fragilidade é revoltante.
Tivemos muita sorte, pois graças a Deus não aconteceu nada conosco, só ficamos sem dinheiro, documentos, cartões de créditos e nossas tão preciosas maquiagens.
Eu não chorei no dia do assalto, fiquei em choque, só hoje é que chorei!!!
Ser assaltada em plena luz do dia de um lindo sábado, ter que enfrentar a burocracia de fazer BO e chamar a viatura do RONDA, me deixou louca de raiva.
Ângela Guedes

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

'PÁTRIA MADRASTA VIL'


"Como Vencer a Pobreza e a desigualdade"
REDAÇÃO DE ESTUDANTE CARIOCA VENCE CONCURSO DA UNESCO COM 50.000 PARTICIPANTES

Imperdível para amantes da língua portuguesa, e claro também para Professores. Isso é o que eu chamo de jeito mágico de junta
r palavras simples para formar belas frases. REDAÇÃO DE ESTUDANTE CARIOCA VENCE CONCURSO DA UNESCO COM 50.000 PARTICIPANTES

Tema:'Como vencer a pobreza e a desigualdade'
Por Clarice Zeitel Vianna Silva
UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - RJ

'PÁTRIA MADRASTA VIL'
Onde já se viu tanto excesso de falta? Abundância de inexistência. .. Exagero de escassez... Contraditórios? ? Então aí está! O novo nome do nosso país! Não pode haver sinônimo melhor para BRASIL.
Porque o Brasil nada mais é do que o excesso de falta de caráter, a abundância de inexistência de solidariedade, o exagero de escassez de responsabilidade.
O Brasil nada mais é do que uma combinação mal engendrada - e friamente sistematizada - de contradições.
Há quem diga que 'dos filhos deste solo és mãe gentil.', mas eu digo que não é gentil e, muito menos, mãe. Pela definição que eu conheço de MÃE, o Brasil está mais para madrasta vil.
A minha mãe não 'tapa o sol com a peneira'. Não me daria, por exemplo, um lugar na universidade sem ter-me dado uma bela formação básica.
E mesmo há 200 anos atrás não me aboliria da escravidão se soubesse que me restaria a liberdade apenas para morrer de fome. Porque a minha mãe não iria querer me enganar, iludir. Ela me daria um verdadeiro Pacote que fosse efetivo na resolução do problema, e que contivesse educação + liberdade + igualdade. Ela sabe que de nada me adianta ter educação pela metade, ou tê-la aprisionada pela falta de oportunidade, pela falta de escolha, acorrentada pela minha voz-nada-ativa. A minha mãe sabe que eu só vou crescer se a minha educação gerar liberdade e esta, por fim, igualdade. Uma segue a outra... Sem nenhuma contradição!
É disso que o Brasil precisa: mudanças estruturais, revolucionárias, que quebrem esse sistema-esquema social montado; mudanças que não sejam hipócritas, mudanças que transformem!
A mudança que nada muda é só mais uma contradição. Os governantes (às vezes) dão uns peixinhos, mas não ensinam a pescar. E a educação libertadora entra aí. O povo está tão paralisado pela ignorância que não sabe a que tem direito. Não aprendeu o que é ser cidadão.
Porém, ainda nos falta um fator fundamental para o alcance da igualdade: nossa participação efetiva; as mudanças dentro do corpo burocrático do Estado não modificam a estrutura. As classes média e alta - tão confortavelmente situadas na pirâmide social - terão que fazer mais do que reclamar (o que só serve mesmo para aliviar nossa culpa)... Mas estão elas preparadas para isso?
Eu acredito profundamente que só uma revolução estrutural, feita de dentro pra fora e que não exclua nada nem ninguém de seus efeitos, possa acabar com a pobreza e desigualdade no Brasil.
Afinal, de que serve um governo que não administra? De que serve uma mãe que não afaga? E, finalmente, de que serve um Homem que não se posiciona?
Talvez o sentido de nossa própria existência esteja ligado, justamente, a um posicionamento perante o mundo como um todo. Sem egoísmo. Cada um por todos.
Algumas perguntas, quando auto-indagadas, se tornam elucidativas. Pergunte-se: quero ser pobre no Brasil? Filho de uma mãe gentil ou de uma madrasta vil? Ser tratado como cidadão ou excluído? Como gente... Ou como bicho?

Premiada pela UNESCO, Clarice Zeitel, de 26 anos, estudante que termina faculdade de direito da UFRJ em julho, concorreu com outros 50 mil estudantes universitários.
Ela acaba de voltar de Paris, onde recebeu um prêmio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) por uma redação sobre 'Como vencer a pobreza e a desigualdade'

A redação de Clarice intitulada `Pátria Madrasta Vil´ foi incluída num livro, com outros cem textos selecionados no concurso. A publicação está disponível no site da Biblioteca Virtual da UNESCO.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

ESSA EU TIREI DO FUNDO DO BAÚ!!!



"Descubro-me um pouco mais a cada dia,
Minhas ânsias e desejos...
Isso é fundamental pra dizer quem eu sou,
Porque às vezes eu mesma me surpreendo"

terça-feira, 6 de outubro de 2009

COMO FELINO


Fui cruelmente golpeada pelo destino
Que chegou manso como felino
e cantado o recebi
Estendeu redes e armadilhas
fez de mim sua escrava
Hoje estou tão cansada,
sinto o meu coração estremecer
encontro-me ferida, acuada
e lagrimas afogam minha alma.
A angústia antes bem guardada
agora não dá pra esconder.
Ângela Guedes

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

MERCEDES SOSA

-->
Eu já havia feito esta postagem com Mercedes Sosa no dia 27 de fevereiro de 2009 hoje vou repetir a postagem, lamentando esta grande perda.
Mercedes Sosa era uma cantora extraordinária, com a sua potente voz tornou defensora apaixonada dos direitos humanos.


Só peço a Deus
que a dor não me seja indiferente
que a seca morte não me encontre
vazia e só sem ter feito o suficiente
Só peço a Deus
que o injusto não me seja indiferente
que não me esbofeteem a outra bochecha
Depois que uma garra me arranhou essa sorte
Só peço a Deus
que a guerra não me seja indiferente
É um monstro grande e esmaga
Toda pobre inocência da gente
É um monstro grande e esmaga
Toda pobre inocência da gente
Só peço a Deus
que o engano não me seja indiferente
Se um traidor pode mais que uns quantos,
que esses não esqueçam facilmente
Só peço a Deus
que o futuro não me seja indiferente,
Desiludido está o que tem que marchar
para viver uma cultura diferente
Só peço a Deus
que a guerra não me seja indiferente
É um monstro grande e esmaga
Toda pobre inocência da gente
É um monstro grande e esmaga