terça-feira, 6 de outubro de 2009

COMO FELINO


Fui cruelmente golpeada pelo destino
Que chegou manso como felino
e cantado o recebi
Estendeu redes e armadilhas
fez de mim sua escrava
Hoje estou tão cansada,
sinto o meu coração estremecer
encontro-me ferida, acuada
e lagrimas afogam minha alma.
A angústia antes bem guardada
agora não dá pra esconder.
Ângela Guedes
Postar um comentário