sexta-feira, 21 de outubro de 2011

E O POVO VAIOU O SOL!!!


 
É gente, uma historia leva o a outra, ontem eu postei um texto de cearense e nele foi mencionado uma vaia ao sol na Praça do Ferreira, em fortaleza.
O fato aconteceu em janeiro de 1942, houve uma grande seca no ceara, o sol reinava impetuoso como sempre, ofuscando a vista e esquentando a nobre cabeça do fortalezense. Sem mais nem menos o astro rei, resolveu dar uma trégua e sem avisar a ninguém sumiu por três dias.
O céu então ficou completamente coberto por nuvens negras. A população saiu às ruas para comemorar as primeiras gotas, que logo se transformou num belo temporal e esta não era estação de chuva.
Juntamente com a chuva formou-se um maravilhoso clima na capital de Fortaleza, um frio digno de serras, os fortalezenses aproveitaram o quase inédito clima frio para andar agasalhados, com casacos e tudo mais.
Decorrido uns três dias os fortalezenses já se perguntavam pelo sumiço do sol e olhavam corriqueiramente para o céu em busca de uma simples fresta entre as nuvens que pudesse esclarecer sobre o paradeiro do nosso impetuoso algoz.
A chuva, porém, começou a cessar. Quando os primeiros raios de sol apareceram entre as nuvens inicialmente tímido, era  30 de janeiro de 1942, o povo parou todos os seus afazeres e foi acompanhando o brilho do sol que cobria toda a Praça do Ferreira, que a esta altura já concentrava inúmeros curiosos pela peculiaridade do fato. Para mostrar a desagrado, as pessoas que se encontravam na Praça do Ferreira soltaram uma sonora vaia contra o Astro-rei.
“Mas afinal o velho Rei das alturas venceu, botando todo o corpo vermelho para fora das nuvens e dispersando os vaiadores.”
Em janeiro de 2009, em homenagem ao episódio que ficou conhecido como A Grande Vaia, o gesto se repetiu na praça do Ferreira. De acordo com a Prefeitura, daqui pra frente, todo 30 de janeiro o Sol não terá mais paz na cidade.
Coisas de cearense...
Como fonte: jornais locais
Postar um comentário