terça-feira, 10 de março de 2009

DOLORIDA LÁGRIMA


Há uma dolorida lágrima que por birra teima
Em surgir na minha alma...
Se eu tivesse apenas presumido minha sorte
Hoje eu acordaria sem qualquer fantasia
E não lastimaria minha realidade.
E no brado do meu silêncio falo tudo que sinto.

Angela Guedes
Postar um comentário