terça-feira, 25 de novembro de 2008

Braços Da Saudade.



Braços da saudade, longos e atentos

Nos laça de repente, sem dor, sem pena

Nos aperta e extrai de nós

O sentimento mais íntimo e profundo: "A falta de alguém"

E nesse derramar de emoções

Podemos ver atravéz do vazio

Uma silueta doce e alvoroçada

Que é a vontade de estar ao lado

De rever, de ouvir, de sentir, de sorrir.

São esses braços longos e atentos

Que nos conduzem de volta aos nossos amigos, amores, enfim

São esses braços longos da saudade que me fizeram escrever isso pra ti.

Juscelino Maciel
Postar um comentário