sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

ENSINAMENTO DIVINO




Outra noite conversando com uma estrela distante
Vi raios que emanavam luzes de esperanças
Bálsamo para uma mente pulsante
Me respondeu em forma de dança

Dançou em seu universo infinito
Em um balanço crescente
E o céu se fez bonito
Com seu rebolar de estrela cadente

Outra noite lamentando com uma estrela solitária
Senti um calor percorrer meu corpo
Agasalho certo em forma imaginária
Me aqueceu como num todo

Respondeu de forma silenciosa
Emitindo luzes em forma de abraços
Sozinha mas poderosa
Me ensinou a caminhar com meus próprios passos

Outra noite agradecendo uma estrela divina
A lua chegou mais perto
E assim meio na surdina
Escutou o que eu disse por certo

Estrelas em seu esplendor
Me mostram o caminho a seguir
E agora quando a dor ou temor
Se apossam de mim... eu sei onde ir

Olho para cima
Procuro por estrelas
Elas dominam, fascinam, ensinam
Somente ao vê-las...

(Angela Bretas)
Postar um comentário