sexta-feira, 22 de maio de 2009

MINHA PAIXÃO (No mistério do sem-fim)

Foi com agrado que recebi estas
Lindas borboletas!!!
Minha paixão...












































































































































































Com o tempo você vai percebendo que para ser feliz com outra pessoa, você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquele alguém que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente não o alguém da sua vida. Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você. O segredo é não correr atrás das borboletas... é cuidar do jardim para que elas venham até você. No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!

Mário Quintana




Acredita-se que a alma-de-borboleta voa por aí enquanto seu dono está dormindo. Ela viaja entre o tempo e o espaço, encontrando as almas-borboletas de outras pessoas e animais, voltando quando seu dono acorda. As crianças de Myanmar ainda aprendem que nunca se acorda uma pessoa bruscamente, porque a win-laik-pya ("alma de borboleta") pode não conseguir voltar a tempo, o que mataria a pessoa, ou pior... Ela viveria.. sem a alma.

Desconhecido
























No mistério do sem-fim
equilibra-se um planeta.
E, no planeta, um jardim,
e, no jardim, um canteiro;
no canteiro uma violeta,
e, sobre ela, o dia inteiro,
entre o planeta e o sem-fim,
a asa de uma borboleta
Cecília Meireles





Postar um comentário